sexta-feira, 27 de maio de 2011

Em um mundo doente, quem tem que ser medicada não sou eu

Deixa eu me afogar em lágrimas quando doer.
Deixa eu me esconder do mundo quando eu tiver medo.
Deixa eu ter meus minutos de desespero.
Ser fraca quando, à força, a força querem me exigir.
Essa é a minha forma de resistência.
Não são dias nublados que vão me levar à desistência
De ser aquilo que eu quero ser.
Não me dêem bulas, nem receitas.
Não quero antídotos, nem anestesias.
Estou vivendo em um mundo doente.
Quem tem que ser medicada não sou eu.

5 comentários:

  1. "Não são dias nublados que vão me levar à desistência"

    Perfeita frase, ainda mais pra mim, no momento em que eu estou! Hahaha!

    Belo texto! :*

    ResponderExcluir
  2. Olá, parabéns pelo blog, to seguindo.

    Quando puder segue lá também:

    http://www.interessediario.blogspot.com

    Valeu!! Ah, tenho uma dica, vale apena conferir:

    Ganhe dinheiro fazendo buscas no Wibi
    *Para começar você ganha R$ 10,00 para utilizar o buscador.
    *Cada busca no WiBi é contabilizada e se você atingir o mínimo de R$ 100,00, já pode receber o seu pagamento.
    *Quanto mais pessoas indicar, mais você ganha
    *Cada pesquisa válida vale R$ 0,02 (dois centavos) e você acumula quando seu indicado ou você buscar
    *É real viu, basta se cadastrar: http://www.wibi.com.br/cadastro/?amigo=93296
    Valeu, aguardo vocês lá!!

    ResponderExcluir
  3. ué, gostei! pensei q ia ler besteira do jeito q vc disse... achoq nao entendi alguma coisa neh? rsrsrs a unik parte q fikei pensando eh "Não me dêem bulas, nem receitas.
    Não quero antídotos, nem anestesias."

    ResponderExcluir
  4. Olá colega!

    Li seu comentário em meu blog e a relação deste texto com o meu "A ilusão otimista" de fato podemos pensar que eles são complementares... Gostei! (:

    Bjo, bjo


    http://bonecadebolso.blogspot.com/

    ResponderExcluir