terça-feira, 28 de junho de 2011

Mar de Inquietações

Meu coração criou um vínculo tão forte,
Uma preocupação tão intensa,
Uma compreensão tão profunda,
Que nada do que aconteça consegue desatar esse nó.
Ele pode cortar os cabelos, deixar a barba por fazer,
Me dizer impropérios, me fazer chorar.

Todas as suas dúvidas se chocando com minhas complicações,
Minhas constantes mudanças de humor com suas inconstantes atitudes.
Minha montanha russa de sentimentos,
Nossa roda gigante que parece nunca ter fim:
Ele dizendo as mesmas palavras que não me convencem
E eu respondendo com os mesmos olhares que ele prefere evitar.

O silêncio que me magoa,
As palavras que me desencadeiam um turbilhão.
A ausência e a presença lado a lado.
E eu, que sou afeita a contradições,
Me vejo mais uma vez tentada
A mergulhar nesse mar de inquietações.

8 comentários:

  1. olá... adorei seu cantinho.. seja minha seguidora!!
    http://rosy-artesdarosy.blogspot.com/

    SUCESSO!!

    ResponderExcluir
  2. adorei aqui!!

    estou seguindo..
    retribui??

    beijos
    http://pathyoliver.blogspot.com
    http://momentosdapathy.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Cada vez melhor mergulhar nas águas agitadas de seu "mar de inquietações"... O Blog esté ótimo!
    .
    Valeu pela dica, até então eu achava que a barra de busca no blog que aparecia para mim, estava visível para todos os visitantes... Adicionei uma agora. Valeu pela dica!
    .
    Abração linda!

    ResponderExcluir
  4. Obrigado pela visita, obrigado pelas palavras. E lhe digo que gostei muito daqui também.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  5. Uaau, arrazou!
    Inquietante amor, ham?!

    ResponderExcluir
  6. Fernando Arataque24 de julho de 2011 11:31

    Saudade, minha querida!

    ResponderExcluir
  7. Adorei Luiza. Um mar de inquietações profundas hein... Muito bem, continue assim! ><

    ResponderExcluir
  8. Saudades de ver posts novos por aqui moça!
    Abração!

    ResponderExcluir